Campus da UFRJ teve três assaltos entre 7 e 9 de março

A prefeitura da Ilha do Fundão estuda a possibilidade de contratar policiais de em horário de folga para reforçar a segurança do local

Três assaltos à mão armada em dias consecutivos, à luz do dia. Nos episódios de violência ocorridos de 7 a 9 de março, entre 9 e 10 horas, professores foram roubados quando chegavam ao trabalho, dentro do câmpus da UFRJ na Ilha do Fundão. Aparentemente, a mesma quadrilha atacou as vítimas — dois docentes chegaram a ser sequestrados e foram abandonados nos arredores da Avenida Brasil. A prefeitura da UFRJ estuda a possibilidade de contratar policiais em horário de folga e implementar um esquema de segurança semelhante ao do Aterro Presente, para inibir a ação dos assaltantes no Fundão. Um bom começo seria a recuperação do sistema de câmeras de controle na região, em parte inoperante.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s