Ainda em prisão domiciliar, Adriana Ancelmo vai para Curitiba

Junto ao ex-governador Sergio Cabral, ela prestará depoimento sobre Operação Lava Jato

Depois de ter sua prisão domiciliar revogada na tarde da última quarta (26), a ex-primeira-dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo conseguiu uma suspensão da decisão que determinava sua volta para o presídio. O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) congelou a determinação até que se esgote a possibilidade de recursos que a defesa pode apresentar na própria Corte. Adriana segue nesta quinta (27) para Curitiba, no Paraná, onde presta depoimento junto com Sergio Cabral sobre a Operação Lava Jato. A viagem, que deveria ter sido realizada ontem, não aconteceu por problemas técnicos que não foram revelados pela Polícia Federal. A dupla será ouvida pelo juiz da 13ª Vara Federal do estado sobre as investigações referentes aos desvios de dinheiro das obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s