Clique e assine por apenas 4,90/mês

Volta da violência a áreas com UPPs derruba valor de imóveis em quase 25%

Região do Morro da Formiga, na Tijuca, registrou uma das maiores quedas

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 7 nov 2019, 16h59 - Publicado em 7 ago 2018, 14h40

A falência do projeto das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) derrubou em até 24,9% o valor dos imóveis em algumas regiões da cidade no último ano. Os dados do Sindicato da Habitação foram divulgados nesta segunda (6) pelo jornal O Globo.

A redução em quase um quarto do preço de casas e apartamentos foi verificada nas proximidades do Morro da Formiga, na Tijuca. Outras regiões também registraram quedas, ainda que menores. É o caso de Gávea (10%), Ipanema (16%) e Leme (12,9%).

Nesses bairros, o valor do metro quadrado caiu de 11.458, 17.727 e 16.016 reais para 10.306, 14.899 e 13.954, respectivamente. No passado, as regiões eram beneficidas pelo trabalho das UPPs da Rocinha, Cantagalo/Pavão-Pavãozinho e Chapéu Mangueira.

Publicidade