Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Volta às aulas: Procon encontra variação de quase 300% em preços de material escolar

Foram pesquisados valores de 415 produtos vendidos por 32 estabelecimentos do estado. Na cidade do Rio, tesoura sem ponta da mesma marca oscilou até 272%

Por Da Redação Atualizado em 21 jan 2022, 11h19 - Publicado em 21 jan 2022, 11h14

Um levantamento de preços dos principais itens que compõem a lista de material escolar, feito pelo Procon do Rio de Janeiro em todo o estado, mostrou variações de até 297%. Os servidores coletaram preços de 415 produtos em 32 estabelecimentos localizados na regiões Metropolitana, Serrana e dos Lagos, Norte e Sul Fluminense, assim como na internet. A coleta e a análise de dados foram feitas entre os dias 10 e 19 de janeiro, numa tentativa de ajudar os a gastar menos neste início de ano. O resultado pode ser conferido aqui.

+ Chegada de 90 mil doses de CoronaVac acelera vacinação infantil no Rio

“O levantamento mostra que se o consumidor pesquisar, ele consegue economizar muito na compra da lista de material escolar. Reaproveitar itens do ano anterior também é uma boa forma de gastar menos. E é importante lembrar que a instituição de ensino só pode solicitar itens de uso individual do aluno ou que sejam utilizados em atividades previstas no plano pedagógico”, observou o presidente do Procon-RJ, Cássio Coelho.

+ IPVA 2022: calendário de pagamento começa nesta sexta (21) no Rio

Foram pesquisados os valores cobrados por produtos da mesma marca. São eles lápis, apontador, borracha, caderno, caneta, cola, hidrocor, lápis de cor, giz de cera, massa de modelar, resma de papel ofício, tabuada, tesoura, corretivo, dicionário e agenda escolar.

Na cidade do Rio, o item que teve a maior variação percentual de preço foi a tesoura sem ponta. O produto de mesma marca oscilou até 272%. O caderno de 96 folhas foi encontrado por R$ 5,90 reais e também por R$ 16, uma diferença de R$ 10,10. A caneta é outro material escolar que está no topo do ranking, com variação de 266%.

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Os consumidores que fizeram a pesquisa de preço em sites, antes de finalizarem a compra pela internet, vão conseguir fazer uma boa economia. O mesmo caderno de 10 matérias com 200 folhas foi encontrado R$ 39,99 em uma loja virtual e por R$ 22,30 em outra, uma oscilação de 79%. O apontador teve uma variação de preço de 297%, enquanto a massa de modelar, 149%. O mesmo caderno de desenho grande foi encontrado por R$ 19,99 e R$ 8,90. Já a resma com 100 folhas de ofício, os agentes constataram os valores de R$ 8,77 e R$ 4,20, uma oscilação de 109%.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês