Clique e assine por apenas 4,90/mês

UFRJ lança aplicativo para ‘autodiagnóstico’ de Covid-19

Intitulada Minha Saúde, a ferramenta criada por startup da Coppe tem por objetivo facilitar o monitoramento de sintomas da população

Por Carolina Barbosa - Atualizado em 13 Maio 2020, 19h45 - Publicado em 13 Maio 2020, 19h40

A Lemobs, startup incubada na Coppe/UFRJ, lançou o aplicativo gratuito Minha Saúde, cujo objetivo facilitar a população na avaliação de sintomas que possam sinalizar o diagnóstico da Covid-19. Por meio da ferramenta é possível realizar uma espécie de “autoavaliação”. Embora não substitua o diagnóstico clínico, a plataforma pode indicar a necessidade de monitoramento diário de sintomas como temperatura, pressão, entre outros, gerando o grau de risco e de análises por parte dos órgãos públicos de saúde.

+UFRJ cria modelo de previsões para pico da Covid-19 no Brasil

Os dados ali obtidos indicam se a pessoa integra o grupo de risco, se apresenta sintomas de alarme, se tem alergia a algum medicamento sintomático usado para aliviar sintomas, a exemplo de dipirona, paracetamol e AAS. “Dependendo do caso, seguindo diretrizes da OMS e das autoridades públicas de Saúde, o aplicativo vai alertar o usuário, sugerindo que procure o serviço de saúde mais próximo e fornecendo número de telefone e whatsapp de contato”, explica André Assis, médico e CEO da ProntLife, uma das parceiras no desenvolvimento do app. “Como trata-se de uma ferramenta georreferenciada, é possível monitorar os sintomas do cidadão e saber onde ele se encontra, facilitando a identificação de focos da pandemia”, complementa Sérgio Rodrigues, CEO da Lemobs.

App Minha Saúde: autoavaliação de Covid-19 Coppe/Divulgação

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Publicidade