Clique e assine por apenas 4,90/mês

Som de preto, de favelado: Rede TV é processada por tocar funk em série

Emissora foi condenada a pagar R$ 1 milhão de indenização a MC Amilcka por usar, em cenas de Dexter, trechos da música sem autorização do compositor

Por Cleo Guimarães - 15 set 2020, 12h59

A Rede TV foi condenada a pagar R$ 1 milhão de indenização por danos materiais ao cantor e compositor de funk Amilcar Rosa Filho, mais conhecido como MC Amilcka. A emissora executou trechos da música Som de Preto na série de TV americana Dexter sem autorização do autor da canção. A decisão é da 3ª Vara Cível de Niterói, que também condenou o canal a pagar ao funkeiro R$ 250 mil, por danos morais.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

O funk foi incluído na trilha do seriado – que tem como personagem principal um serial killer, interpretado por Michael C. Hall – entre os anos de 2010 e 2012. O refrão “É som de preto / de favelado / e quando toca / ninguém fica parado” ficou famoso no país em 2005, quando fez parte da trilha sonora da novela América, de Gloria Perez.

Publicidade