Clique e assine por apenas 4,90/mês

Quarentena: Shoppings do Rio só poderão abrir no próximo dia 17

Já bares e restaurantes estão previstos para reabrir no dia 2 de julho

Por Bruna Motta - 8 jun 2020, 14h34

O prefeito Marcelo Crivella manteve o plano municipal de reabertura gradual em seis fases que prevê a abertura de shoppings dia 17 de junho, ou seja, quarta que vem, e tanto bares como restaurantes no dia 2 de julho. A decisão anunciada neste domingo (7) não segue à risca o decreto publicado pelo governador Wilson Witzel na noite da última sexta (5).

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

+Congestionamento no Rio mais que quadruplica nesta segunda (8)

A principal divergência entre o estado e o município são sobre a reabertura de alguns estabelecimentos. Pelo governador, shoppings, centros comerciais, bares e restaurantes estão liberados a funcionar, mesmo com algumas limitações. Já Crivella é contra a reabertura agora, mantendo as datas do plano municipal. Mas Witzel anunciou na semana passada ser a favor que cada município “bata o martelo” sobre as reaberturas. Durante o fim de semana alguns estabelecimentos de rua abriram. Pontos turísticos, proibidos pelos decretos dos dois governantes, permaneceram fechados.

Continua após a publicidade

+O desabafo de Regina Duarte: ‘Aceitei assustada o convite para a missão’

Publicidade