Clique e assine por apenas 4,90/mês

Sesc RJ aposta em atletas de ponta para incentivar esporte

Programa Sesc Esporte estimula a prática esportiva com a criação de equipes de alto rendimento

Por Da Redação - Atualizado em 2 jun 2017, 11h57 - Publicado em 7 out 2016, 18h53

O Sesc RJ acaba de lançar o Programa Sesc Esporte, com o objetivo de incentivar a prática esportiva entre crianças e adolescentes, ampliando, assim, o trabalho realizado nas Unidades do Sesc no estado do Rio de Janeiro. A estratégia da primeira fase do Programa consiste em apoiar duas equipes de vôlei de alta performance, com jogadores e técnicos de renome mundial, fontes de inspiração para os mais de 12000 alunos atendidos pela instituição.

Durante a cerimônia de lançamento do Programa, no dia 1o de outubro, foram apresentados o time masculino de vôlei Sesc RJ, dirigido pelo técnico Giovane Gávio, e a equipe feminina Rexona-Sesc, atual campeã da Superliga, que vem sendo comandada pelo treinador Bernardinho. Jogadores, comissões técnicas, autoridades e uma plateia de jovens vibraram com a exibição dos ídolos do vôlei em uma partida amistosa durante a apresentação das equipes no Sesc Tijuca. 

Julio Campos, Vice-presidente de Vendas da Unilever, e Orlando Diniz, Presidente do Sistema Fecomércio RJ, também exaltaram a parceria no apoio à equipe feminina. “A associação com o Sesc RJ é um casamento perfeito. A inclusão social por meio do esporte e o desenvolvimento humano são valores importantes para a Unilever”, disse Campos. “Este é o papel do Sistema Fecomércio RJ ao criar esse Programa: promover o aumento da autoestima e melhorar a percepção da vida em sociedade e do mundo do trabalho, o que vem com a prática de atividade física e a transformação, estimulada por ídolos tão importantes”, afirmou Diniz.

Campeão na Olimpíada do Rio com a Seleção Brasileira masculina, Bernardinho falou sobre os motivos que levaram à aliança entre Unilever e Sesc RJ. “É muito bom receber o Sesc RJ nessa parceria porque há uma sinergia muito forte entre as nossas intenções. Há um grande alinhamento de princípios e valores, principalmente a crença no esporte como uma ferramenta de transformação”, afirmou. 

 “A premissa do projeto é inspirar os jovens e ter os atletas profissionais como exemplo. O Sesc RJ tem essa vocação de servir e esse é um projeto que permite às crianças verem o esporte como uma ferramenta de transformação”, afirmou Giovane, que assume a equipe masculina em outubro. 

O Programa Sesc Esporte amplia o trabalho já realizado nas Unidades do Sesc no estado do Rio de Janeiro. Atualmente, mais de 12000 alunos estão matriculados em 816 turmas demodalidades esportivas, recreação e bem-estar. “É um projeto que muda a vida da criança. O esporte é transformador, estimula a disciplina, promove o espírito de liderança e aumenta a autoestima, características importantes na vida pessoal e profissional”, afirmou Paschoal Martini, Diretor de Marketing e Produtos do Sistema Fecomércio RJ.

O Programa está estruturado em três pilares: Desenvolvimento, Rendimento Esportivo e Recreação & Bem Estar. Desde os 4 anos, as crianças participam de cursos esportivos de incentivo à prática em diversas modalidades, inclusive paralímpicas, e os talentos começam a ser detectados. A partir dos 13 anos, o Programa oferece treinamento sistemático de modalidades com potencial esportivo, visando formar e alimentar as equipes de rendimento. Dos 16 anos em diante, os jovens com potencial olímpico contam com infraestrutura de ponta e a inspiração de atletas de renome mundial. Até 2017, o vôlei será o foco principal e, futuramente, as modalidades basquete, handebol, judô, natação, remo e canoagem deverão entrar no Programa. 

Nas quadras


Equipes do Sesc RJ e Rexona
Equipes do Sesc RJ e Rexona

O Sesc RJ está treinando desde julho com o auxiliar técnico Pedro Uehara, o Peu. Mas, a partir deste mês, quem assume o comando é Giovane Gávio, campeão olímpico de vôlei, hoje técnico da Seleção Brasileira Sub-21. Desde setembro, o time vem jogando amistosos de preparação para a seletiva – que será disputada este mês – para ingressar na Superliga B na temporada 2016/2017, competição nacional que se inicia em dezembro. Em outubro e novembro, também jogará o estadual com Botafogo, Flamengo, Tijuca Tênis Clube, FME/Campos e Universo.

Campeão da Superliga A de 2015, o Rexona-Sesc é comandado por Bernardinho e tem muitas novidades para 2016/2017, quando completa sua 20a temporada. Em seu elenco, o treinador tem cinco novidades: a ponteira holandesa Anne Buijs, a levantadora Camila Adão, a oposta Helô, a meio de rede Stephanie e a líbero Vitória. A ponteira Gabi e a meio de rede Juciely, que voltam ao time depois de disputar a Olimpíada do Rio com a Seleção Brasileira, também estão entre os destaques.

Publicidade