Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Sérgio Cabral desiste de demolir Estádio de Atletismo Célio de Barros

No início da semana, governador há havia voltado atrás nas decisões em relação ao Parque Aquático Julio Delamare e ao prédio do antigo Museu do Índio

Por Thaís Meinicke Atualizado em 5 dez 2016, 14h17 - Publicado em 2 ago 2013, 19h47

O governador Sérgio Cabral anunciou, nesta sexta (2), a paralisação das obras de demolição do Estádio de Atletismo Célio de Barros, no Complexo do Maracanã. A decisão foi tomada após uma reunião no Palácio Guanabara, da qual participaram o presidente da Federação de Atletismo do Rio, Carlos Alberto Lancetta, os secretários Régis Fichtner e André Lazaroni, o vice-governador Luiz Fernando Pezão e o presidente do Consórcio Maracanã, João Borba.

Em uma coletiva de imprensa após a reunião, Cabral afirmou que, com a manutenção do espaço, atende a solicitações da sociedade civil, do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e da Justiça do estado. Acuado pelas manifestações populares que pedem pela sua saída, o governador já havia desistido, esta semana, da demolição do Parque Aquático Julio Delamare. Os planos em relação ao antigo Museu do Índio também foram revistos e o imóvel passará a ser um centro de estudos da cultura indígena, ao invés de abrigar o Museu Olímpico, como havia sido anunciado anteriormente.

Durante todo o período de obras no estádio, Cabral defendeu que a demolição dos equipamentos esportivos era essencial para cumprir com as exigências da Fifa para a Copa de 2014. No projeto original do Novo Maracanã, a área daria lugar a estacionamentos e espaços com bares e lojas. Com as mudanças, o Consórcio Maracanã, que venceu a licitação para administrar o complexo, terá vinte dias para decidir se aceita as novas condições.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)