Clique e assine por apenas 3,90/mês

Sem verba, governo do Rio troca merenda escolar por lanches

A penúria do governo do Estado fez a merenda das 1.290 escolas de sua rede ser trocada: saíram as refeições, com arroz, feijão, carne e legumes, e entraram lanches, como biscoitos, bolos e iogurtes

Por Agência Estado - Atualizado em 5 dez 2016, 11h38 - Publicado em 4 dez 2015, 13h48

A penúria do governo do Estado do Rio fez a merenda das 1.290 escolas de sua rede ser trocada: saíram as refeições, com arroz, feijão, carne e legumes, e entraram lanches, como biscoitos, bolos e iogurtes. Foi a forma encontrada de baixar a conta de gás das unidades.

+ Governo do Estado do Rio parcela salário de servidores

+ Escolas municipais terão férias durante os Jogos Olímpicos de 2016

A limpeza nos colégios vem sendo feita em dias alternados, às segundas, quartas e sextas, pois os funcionários terceirizados, com pagamento atrasado, não estão trabalhando regularmente. Nos hospitais estaduais Carlos Chagas e Rocha Faria, com serviços de emergência referenciais na zona oeste, a limpeza é feita por garis da prefeitura, pelo mesmo motivo.

A Secretaria de Educação informou que parte de seu orçamento foi contingenciado, sendo necessário um “replanejamento financeiro”. “A troca supre as necessidades nutricionais dos alunos.”

Continua após a publicidade
Publicidade