Clique e assine por apenas 4,90/mês

Segurança de Freixo é sequestrado e confundido com PM

Daniel Noberto da Silva é agente penitenciário e estava armado com uma pistola

Por Redação VEJA RIO - 23 Maio 2017, 15h40

Na noite da última segunda-feira (22), um agente penitenciário, que faz parte da equipe de segurança do deputado estadual Marcelo Freixo, foi sequestrado após ser confundido com um policial militar. Daniel Noberto da Silva passava próximo ao Morro dos Macacos, no bairro de Vila Isabel. Após deixar Freixo em seu destino, foi abordado pelos criminosos que o revistaram e encontraram uma pistola. Logo o acusaram de ser PM. Na sequência, foi levado para uma quadra de futebol onde o agrediram e ameaçaram.

Daniel foi liberado apenas com a chegada do chefe do tráfico de drogas do local. Os traficantes teriam roubado a pistola encontrada, o carro e todos os documentos do agente, até a carteira da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP).

De acordo com o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Macacos, um jovem suspeito de envolvimento no crime foi preso durante uma operação realizada na manhã desta terça (23). A 20ª DP (Vila Isabel) abriu um inquérito para apurar o caso.

Publicidade