Clique e assine por apenas 4,90/mês

Secretário de Segurança é afastado em consequência da intervenção

Roberto Sá, foi afastado de seu cargo nesta sexta-feira (16) por conta da ação que será decretada ainda hoje

Por Agência Estado - 16 fev 2018, 12h39
O Globo/Agência O Globo

O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, foi afastado de seu cargo nesta sexta-feira (16) em consequência da intervenção federal que será decretada ainda hoje na área de segurança pública fluminense. O governador Luiz Fernando Pezão (MDB) comunicou a intervenção à cúpula da área em reunião pela manhã, no Palácio Guanabara, sede do governo estadual.

Em entrevista ao “RJTV”, da TV Globo, Sá disse que, ao ser informado sobre a intervenção pelo governador, colocou o cargo à disposição. “Hoje de manhã tivemos reunião em que o governador nos comunicou [a intervenção] e, naquele momento, deixei, de forma muito clara, o cargo à disposição, do governador para que essa pessoa [interventor] tenha toda liberdade escolher a quem queira designar.”

O governador embarcou na manhã de hoje para Brasília, onde será assinado, pelo presidente Michel Temer (MDB), o decreto por meio do qual a União intervirá nas forças estaduais.

Numa reunião tensa, que acabou por volta da 0h desta sexta, foi decidida a intervenção. Participaram do encontro o presidente Temer, Pezão, ministros e representantes do Congresso.

Continua após a publicidade

Na prática, Pezão perderá todos os seus poderes sobre as corporações policiais. Um general do Exército Walter Braga Neto, de perfil centralizador, assumirá o comando das polícias Civil e Militar do Estado. O general Braga Neto é comandante militar do Leste.

Publicidade