Clique e assine por apenas 4,90/mês

Rio tem quatro pessoas doentes com suspeita de sarampo

Caso suspeita se confirme, serão os primeiros casos no estado desde 2000

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 4 jul 2018, 16h41 - Publicado em 4 jul 2018, 16h40
Tânia Rego/Agência Brasil

A Secretara de Estado de Saúde fluminense investiga se quatro pessoas doentes no estado estão com sarampo. A confirmação do diagnóstico aguarda confirmação da Fiocruz.

Caso os pacientes sejam identificados com a doença, serão os primeiros casos de sarampo em território fluminense desde o ano 2000. Medidas preventivas como vacinações de bloqueio já estão sendo adotadas tanto pelo Governo Estadual quanto pela prefeitura.

Causado por um vírus, o sarampo é extramemente contagioso e transmitido por meio de tosse, espirro e contato com saliva, pele ou superfície contaminada. Quem é infectado apresenta quadro de conjuntivite, dor de gargante, febre alta e manchas vermelhas cerca de 10 dias depois.

A vacina tríplice viral é a única prevenção contra a doença e é oferecida pela rede pública de saúde.

 

Continua após a publicidade
Publicidade