Continua após publicidade

Rio recebe exposição sobre famílias brasileiras de 1850 a 1960

Entre os itens raros exibidos estão amostras feitas com técnicas anteriores à descoberta do negativo, como a estereoscopia, em que duas fotos, quando vistas com óculos especiais, produzem um efeito tridimensional. A

Por Heloíza Gomes
Atualizado em 5 dez 2016, 11h10 - Publicado em 30 jul 2016, 01h00

Após muita pesquisa e experimentação, a fotografia teve seu nascimento oficial estabelecido a partir de uma imagem feita em 1826 pelo francês Joseph Nicéphore Niépce (1765-1833). Agora, 190 anos depois, o Espaço Cultural BNDES, no Centro, recebe a exposição Retratos da Família Brasileira 1850-1960, que reúne fotos da coleção do cineasta e fotógrafo José Inacio Parente. Entre os itens raros exibidos estão amostras feitas com técnicas anteriores à descoberta do negativo, como a estereoscopia, em que duas fotos, quando vistas com óculos especiais, produzem um efeito tridimensional. A imagem acima, de 1903, retrata o Jardim Botânico.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.