Continua após publicidade

Afinal, quando vai acontecer a manutenção da Cedae no sistema Guandu?

Operação, feita anualmente, é adiada pela 3ª vez devido ao rompimento de adutora da Águas do Rio em Nova Iguaçu; agora está marcada para próxima quarta (5)

Por Da Redação
30 nov 2023, 16h57

A Cedae optou por adiar, pela terceira vez, a manutenção preventiva anual no Sistema Guandu. Programada para ocorrer das 4h desta quinta (30) até as 4h de sexta (1), como parte da preparação para o verão, ela agora foi remarcada para a próxima terça (5), no mesmo horário, com retorno do funcionamento do sistema previsto às 4h de quarta (6). A decisão foi motivada pelo rompimento de uma adutora da concessionária Águas do Rio em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, que ocorreu na madrugada de terça (28) e afetou a distribuição de água em Nilópolis, São João de Meriti e partes da Zona Norte do Rio.

+ Emergência climática: no Rio, nível do mar subirá 20 centímetros até 2050

Nas cidades de Belford Roxo, Duque de Caxias, Mesquita, Nova Iguaçu, Nilópolis, Queimados e São João de Meriti, a concessionária precisou antecipar para as 22h de segunda (4) o período de início da suspensão do fornecimento de água, o que permitirá a execução de 18 serviços, dentre eles seis em tubulações de grande porte, e que, por isso, levam mais tempo para serem concluídos. No município do Rio, onde a empresa é responsável pelo abastecimento do Centro e das zonas Norte e Sul, a suspensão da distribuição de água seguirá o cronograma da Cedae. Para a região, foram programados mais de 30 serviços operacionais.

“Os serviços que vamos executar são complexos e alguns dependem que as tubulações de grande porte estejam secas. Essa janela da manutenção preventiva nos dará essa oportunidade. No Centro de Nova Iguaçu, por exemplo, aproveitaremos para substituir trecho deteriorado de uma adutora com um metro de diâmetro, trabalho que não teria como ser feito em um dia comum, sem gerar impactos aos nossos clientes”, explica o diretor de operações da concessionária, Joselio Alves Raymundo, em nota.

Após a retomada da produção integral de água tratada pela Cedae, o fornecimento nas áreas de atuação da Águas do Rio será normalizado gradativamente, em até 72 horas, podendo levar mais tempo nas pontas de rede, regiões elevadas ou locais onde forem detectadas ocorrências durante o processo de retomada do abastecimento. Em função disso, a concessionária orienta seus clientes a manterem cisternas e caixas d’águas abastecidas, reservando água para atividades prioritárias e adiando atividades não essenciais até a regularização do fornecimento.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

O sistema, composto pela Estação de Tratamento de Água (ETA) do Guandu e dois subsistemas de água tratada, Marapicu e Lameirão, é crucial para abastecer mais de 10 milhões de habitantes no município do Rio e na Baixada Fluminense. A necessidade de reparo na adutora está ocasionando escassez de água em várias regiões da Zona Norte do Rio e da Baixada, mas a manutenção na ETA Guandu tem sido evitada por conta da situação emergencial de calor registrada este mês. Em nota, a Cedae explica que a medida é extremamente necessária para evitar que a população fique desabastecida por mais tempo. Para garantir a eficiência operacional, mais de 500 profissionais, incluindo engenheiros, eletricistas, mecânicos e agentes de saneamento, estarão envolvidos na realização de inspeções e ajustes.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.