Clique e assine por apenas 7,90/mês

Região metropolitana registra alta de 87% nos tiroteios em maio

Números revelam aumento no nº de ocorrências no período em relação a 2017

Por Redação VEJA RIO - 1 jun 2018, 13h29
Ricardo Moraes/Reuters/Reprodução

Cresceu de 476 para 890 o número de tiroteios registrados na região metropolitana do Rio entre maio de 2017 e maio de 2018. Os dados são do aplicativo Fogo Cruzado, que contabiliza ocorrências a partir de informações enviadas por usuários, policiais e imprensa.

A alta foi de 87% no período e de 15% em relação a abril, quando o app contou 774 trocas de tiros. A cidade do Rio concentrou 540 tiroteios, seguida por São Gonçalo (99), Belford Roxo (56), Niterói (48) e Caxias (28). Entre os bairros cariocas com maior número de ocorrências, os primeiros da lista foram Praça Seca (48), Cidade de Deus (36), Vila Kennedy (28), Rocinha (25), Taquara e Tijuca (com 19, cada uma).

Apesar do aumento na quantidade de troca de tiros, o número de mortes a tiros caiu em relação a maio do ano passado. Foram 106 casos em 2018, contra 131 no mesmo período do ano passado. Ainda assim, locais como Belford Roxo e São Gonçalo registraram alta de 43% e 67% no total de homicídios decorrentes de armas de fogo, respectivamente.

Publicidade