Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Quatro cidades do Rio estão em ranking de pior tratamento de esgoto

Municípios da Baixada Fluminense e da Região Metropolitana figuram em lista feita pelo Instituto Trata Brasil

Por Marcela Capobianco 11 mar 2020, 12h23

Duque de Caxias, Belford Roxo, São Gonçalo e São João de Meriti aparecem entre os vinte municípios brasileiros com os piores índices de tratamento de esgoto. É o que mostra um estudo do Instituto Trata Brasil, que fez uma análise do saneamento das cem maiores cidades do Brasil.

Em São João de Meriti, por exemplo, não existe tratamento de esgoto e 60% da população do município mora em domicílios em que há coleta de detritos.

A capital fluminense aparece em 52º lugar na lista, perdendo para cidades como Niterói (18º), Petrópolis (20º) e Campos dos Goytacazes (47º).

Já Belford Roxo, também na Baixada, figura entre as cem maiores cidades do Brasil com piores índices de atendimento de água. Cerca de 25% da população do município não tem acesso a água tratada.

Considerando os 100 maiores municípios brasileiros por número de habitantes, o ranking do Trata Brasil contemplou mais de 40% da população brasileira e todas as capitais do país. Ao analisar os números desde 2011, é possível concluir que os indicadores avançaram, mas abaixo da velocidade que precisavam.

 

Continua após a publicidade

Publicidade