Clique e assine por apenas 4,90/mês

Programa Segurança Presente pode acabar no Rio

Segundo a Fecomércio, as conversas para que o programa continue ainda não começaram

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 27 abr 2017, 14h33 - Publicado em 26 abr 2017, 19h14

O programa Segurança Presente está ameaçado. A operação, que é uma iniciativa do Governo do Estado e da Prefeitura do Rio em parceria com a Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio),  vive uma incerteza.

Segundo a Fecomércio, as conversas para que o programa continue ainda não começaram, mas está aberta a negociação. Até agora a renovação das operações do Méier, do Aterro e da Lagoa, que são parcerias com o governo, e também do contrato do Centro Presente, assinado com a prefeitura, não está garantida.

Publicidade