Continua após publicidade

Presidente Lula descarta intervenção federal no Rio após dia de terror

Presidente afirmou em live que agentes federais deverão atuar mais no estado para combater o crime organizado e o tráfico, sem uma intervenção decretada

Por Redação
Atualizado em 24 out 2023, 12h46 - Publicado em 24 out 2023, 11h58

Em transmissão nas redes sociais nesta terça (24), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que agentes federais deverão ter uma ação reforçada no Rio para ajudar com a segurança pública na capital. A cidade sofreu ataques criminosos nesta segunda (23), após a morte de um miliciano na Zona Oeste. Foram queimados ao menos 35 ônibus e 1 trem na região – sendo o maior registro de coletivos incendiados na história do município, segundo o Rio Ônibus.

+ Cerca de um ano após instalação, PM relata defeitos em câmeras corporais

“O problema da violência no Rio de Janeiro termina sendo um problema do Brasil […] [Conversei] Na perspectiva de fazer com que a Aeronáutica possa ter uma intervenção maior nos aeroportos do Rio, que a Marinha possa ter uma intervenção maior nos portos. Para ver se a gente consegue combater mais o crime organizado, o narcotráfico, o tráfico de armas. Vamos ter que agir um pouco mais”, disse Lula na live “Conversa com o Presidente”, a qual realiza semanalmente.

Compartilhe essa matéria via:

O presidente afirma que conversou com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, e que a Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal “vão agir mais” no estado. A ideia de uma “intervenção federal” propriamente dita, no entanto, foi descartada. “Nós não queremos pirotecnia. Nós não queremos fazer uma intervenção no Rio de Janeiro, como já foi feito e que não resultou em nada. Nós não queremos tirar a autoridade do governador, nós não queremos tirar a autoridade do prefeito. O que nós queremos é compartilhar com eles, é trabalhar junto com eles uma saída”, afirmou, citando a intervenção feita pelo governo federal no estado em 2018.

Continua após a publicidade

+ Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Lula também disse que conversou com o governador Cláudio Castro (PL) para saber como o governo federal pode ajudar neste momento. Outra ideia compartilhada pelo presidente na live foi a recriação de um ministério específico responsável pela Segurança Pública.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.