Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Prefeitura do Rio derruba 44 boxes irregulares na rua Uruguaiana

Os boxes foram interditados em 19 de abril, por falta de alvará e construção ilegal

Por Agência Brasil 21 Maio 2018, 13h34
Felipe Fittipaldi/Veja Rio

A prefeitura do Rio, em mais uma operação de ordenamento urbano, demoliu 44 boxes irregulares no Mercado Popular da Rua Uruguaiana, conhecido como camelódromo, na região central da cidade. A ação, que teve participação da Polícia Militar, durou seis horas. Os comerciantes já haviam retirado as mercadorias dos boxes antes da operação, e, segundo a prefeitura, não houve resistência.

Os boxes irregulares foram interditados no dia 19 de abril, pela falta de alvará e por terem sido construídos ilegalmente em área pública. Durante a ação, a prefeitura emitiu ordem para remoção imediata dos boxes pelos comerciantes.

De acordo com a prefeitura, os boxes piratas eram construídos e vendidos de forma fraudulenta, em valores que podem ter chegado a R$ 3 milhões. Há suspeita de envolvimento de milícia na comercialização dos espaços. A investigação está a cargo da Polícia Civil.

A Coordenadoria de Licenciamento e Fiscalização já havia interditado os locais várias vezes, mas as ordens de interdição dos fiscais vinham sendo descumpridas pelos comerciantes.

Continua após a publicidade

Cerca de 70 agentes participaram da remoção, entre fiscais, policiais militares, guardas municipais, garis e servidores da Secretaria de Conservação e da concessionária de energia Light. Foram usados na demolição três caminhões, dez viaturas e uma retroescavadeira. Foram recolhidas mais de 10 toneladas de sucata.

“A prefeitura cumpriu o seu papel e garantiu a ordem pública e as condições de trabalho para os comerciantes que atuam de forma legal e regular na Uruguaiana. Além disso, uma área importante foi devolvida aos milhares de pedestres que passam por ali diariamente”, disse o coordenador de Licenciamento e Fiscalização, Kuiz Felipe Gomes.

Na próxima semana, a prefeitura irá publicar um chamado para o recadastramento dos comerciantes regularizados que ocupam as quatro quadras do Mercado Popular. A previsão é que o trabalho seja concluído em até 30 dias.

 

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês