Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Prefeitura autoriza captação de recursos pela Parada LGBT de 2018

Aprovação, no entanto, não garante que o dinheiro será obtido

Por Agência Brasil 2 ago 2017, 14h38

A Parada do Orgulho LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais) de Copacabana teve o projeto de captação de recursos via Lei do Imposto Sobre Serviços (ISS) aprovado pela Secretaria de Cultura do Município do Rio de Janeiro. Inicialmente, o projeto para a realização do evento em 2018 havia sido reprovado “por deixar de incluir o programa de mitigação do impacto ambiental”, segundo a secretaria.

Após a reprovação, o Grupo Arco-Íris, organizador da parada, teve um prazo para submeter um novo projeto e recebeu a autorização para captar apoio privado de cerca de R$ 895 mil. A decisão foi publicada segunda (31) no Diário Oficial do Município do Rio de Janeiro. Ao patrocinar o evento, empresas sediadas no Rio de Janeiro podem abater parte do valor devido em ISS à prefeitura.

O diretor sócio-cultural do grupo LGBT, Júlio Moreira, lembrou que a aprovação não é garantia de que o dinheiro será obtido, já que depende do engajamento de empresas privadas. O grupo ainda negocia apoios para a Parada de 2017, que também pôde captar recursos via ISS e Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que é estadual.

“Algumas empresas sinalizaram [o apoio]. Inclusive as que apoiaram a Parada de São Paulo”, disse o diretor, que garante que a Parada será realizada com ou sem recursos, por ser um protesto que reivindica respeito à diversidade sexual e de gênero.

A captação de mais recursos, entretanto, pode ajudar na elaboração de uma agenda mais extensa. “Tem uma série de atividades que nós realizamos. Mostras de filmes, feira cultural, shows de drags”, adianta.

Neste ano, o Grupo Arco-Íris também planeja organizar uma corrida de 5 km (quilômetros) entre a orla do Leblon e a concentração da Parada, na Praia de Copacabana. A ideia ainda depende da captação de recursos, mas a intenção é que a corrida termine por volta das 11h, pouco antes do início da manifestação. A Parada está marcada para o dia 15 de outubro, um domingo.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 14,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado, com Blogs e Colunistas que são a cara da cidade.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

App Veja para celular e tablet, atualizado mensalmente com todas as edições da Veja Rio

a partir de R$ 12,90/mês