Clique e assine por apenas 7,90/mês

Preço da gasolina no Rio subiu 2% na semana passada

A alta do álcool foi maior ainda. Na semana passada, o preço estava 2,8% maior que na semana anterior

Por Redação VEJA RIO - 13 nov 2017, 18h33

O motorista carioca que usa o carro diariamente se deparou, na semana passada, com o reajuste do preço dos combustíveis. A alteração se deveu à alta do preço do barril de petróleo no mercado internacional. Contudo, o impacto no bolso de quem mora no Rio foi maior, já que a cidade pratica preços superiores à média do restante do país. O litro da gasolina foi de R$ 4,174 para R$ R$ 4,259, o que representou uma alta de 2,03%. Já o álcool teve variação ainda maior e foi vendido R$ 3,264 o litro, 2,8 % a mais que na semana anterior, quando foi vendido a R$ 3,175. O diesel foi a combustível que menos sofreu com a mudança. O produto saiu de R$ 3,270 para R$ 3,332, um aumento de 1,8%. 

 

Publicidade