Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Policial é baleado em ação para prender assassinos de Matheusa

Agentes da Core estiveram no Morro do Dezoito, em Piedade, na manhã desta segunda (14)

Por Redação VEJA RIO 14 Maio 2018, 12h43
A estudante Matheus Passareli Simões Vieira, conhecida como Matheusa, assassinada em favela do Rio de Janeiro Facebook/Reprodução

Um policial da Core foi baleado em Piedade na manhã desta segunda (14). Atingido na perna, o agente participava de uma operação realizada no Morro do Dezoito.

Com apoio de integrantes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros e de um helicóptero blindado, a ação tinha por objetivo localizar os assassinos e os restos mortais da Matheusa Passarelli. Moradores relataram ter ouvido tiros no começo da manhã e confirmaram a presença de militares do exército na região.

Desaparecida desde o começo do mês, a estudante trans teria sido julgada e mortas por bandidos após ter entrado na comunidade. A suspeita da polícia é que o corpo da jovem tenha sido incinerado pelos criminosos.

  • Publicidade