Clique e assine por apenas 4,90/mês

Policial Civil morto no Jacarezinho ganha homenagem de surfistas

Evento marcado pelas redes sociais convova a população para um protesto neste domingo (20), na praia do Recreio

Por Redação Veja Rio - 18 ago 2017, 15h46

O policial civil Bruno Guimarães Buhl, conhecido como Bruno Xingu, morto durante uma troca de tiros no Jacarezinho vai ganhar uma homenagem neste domingo (20). O evento organizado no Facebook por colegas de surf convoca amigos e familiares para uma homenagem na praia do Recreio, altura do posto 11, a partir das 10h. No texto, o primo de Bruno, que organiza a homenagem, convoca quem “quer protestar contra a chacina que está acontecendo com os homens e mulheres que arriscam suas vidas para nos salvar”.

O agente era um dos atiradores da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), considerada uma tropa de elite da Polícia Civil e dava reforço à operação da Delegacia de Combate às Drogas (Dcod), no Jacarezinho, quando foi baleado no pescoço. A polícia identificou quatro suspeitos e pede que a população ajude com qualquer informação pelo Disque Denúncia.
Publicidade