Clique e assine com até 65% de desconto

Policiais são presos por envolvimento com jogo do bicho

Policiais civis e agente penitenciário foram detidos em Caxias, Itaboraí e Rio

Por Agência Brasil Atualizado em 15 Maio 2018, 14h10 - Publicado em 15 Maio 2018, 14h09

Jogo do Bicho

Quatro policiais civis e um agente penitenciário foram presos hoje (15), no Rio de Janeiro, acusados de envolvimento com o jogo do bicho. Eles também são acusados dos crimes de formação de quadrilha, corrupção e lavagem de dinheiro. Os nomes dos presos não foram informados.

Os mandados da segunda fase da Operação Alçapão foram cumpridos pela Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol) no Rio, Duque de Caxias e Itaboraí.

Segundo a Polícia Civil, a ação é um desdobramento da primeira fase da Alçapão, desencadeada há sete anos. O objetivo é desarticular as lideranças das organizações criminosas que exploram jogos ilegais, como o jogo do bicho e as máquinas de caça níquel.

Na primeira fase da operação, em junho de 2011, foram cumpridos dez mandados de prisão e dezenas buscas e apreensões contra policiais civis, um advogado e um agente penitenciário. De acordo com a Polícia Civil, os policiais recebiam dinheiro para não investigar e não reprimir esse tipo de crime.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade