Clique e assine por apenas 4,90/mês

PM assume segurança de trilhas do Parque Nacional da Tijuca

Anunciada na última quarta-feira (13), a  medida inclui o reforço do policiamento no Parque Estadual do Grajaú, que fica ao lado.

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 12h12 - Publicado em 14 Maio 2015, 19h25

Nesta quarta-feira (13), a Polícia Militar informou que assumiu o patrulhamento das trilhas e dos acessos do Parque Nacional da Tijuca, uma área federal que contava com um número reduzido de seguranças privados, dez dias após bandidos terem atacado ao menos oito pessoas em arrastões na região.

A medida inclui ainda o reforço do policiamento no Parque Estadual do Grajaú, localizado ao lado. Unidades de elite da PM, como o Bope e o Batalhão de Choque, passarão a usar a mata dos dois parques como áreas de treinamento, a fim de aumentar a segurança dos visitantes locais.

Na Floresta da Tijuca, a polícia fará ainda a proteção das áreas turísticas e usará agentes do Regimento de Cavalaria no patrulhamento aos acessos. Já no Parque Estadual do Grajaú, a segurança será intensificada com policiais da Companhia Integrada de Polícia de Proximidade (CIPP do Grajaú) nos acessos. 

 

Publicidade