Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Polícia faz perícia onde menina sofreu estupro coletivo

Delegacia de Atendimento à Criança e Adolescente Vítima apreendeu celulares, camisinhas e câmeras fotográficas como evidências

Por Redação Veja Rio 11 Maio 2017, 20h04

A Delegacia de Atendimento à Criança e Adolescente Vítima (Dcav) fez uma perícia no imóvel onde uma menina de 12 anos foi vítima de estupro coletivo. Na casa moravam o jovem de 17 anos, namorado da vítima, e a mãe dele. Lá, a polícia recolheu celulares, camisinhas e câmeras fotográficas como evidências.

De acordo com a investigação, o namorado da jovem chamou ela para ir à sua casa enquanto a mãe dele não estava. Assim que chegou, a menina encontrou outros dois adolescentes que iniciaram o abuso. Logo depois, o garoto de 17 anos teria chegado acompanhado por um jovem de 18 anos. Os quatro estupraram a garota, segundo a polícia.

Na última terça (9), um dos adolescentes envolvidos no crime de estupro coletivo na Baixada Fluminense apresentou-se à polícia, na presença da mãe.

  • Publicidade