Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Polícia Civil prende quadrilha que clonava carros de luxo

O líder do bando morava em uma casa com área de lazer e equipamentos de última geração, em Nova Iguaçu

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 19 jul 2018, 17h22 - Publicado em 19 jul 2018, 17h12

A Polícia Civil prendeu quatro pessoas que integravam uma quadrilha especialista em clonar e vender carros de luxo pela internet. De cordo com investigadores, pelo menos seis pessoas foram enganadas pelo grupo, que anunciava os veículos em um site de vendas e entregavam documentos falsos às vítimas. Os preços eram baixos em relação ao mercado

O morador de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, Adriano José Nunes, apontado como o chefe do bando, morava em uma casa grande, com área de lazer e equipamentos de última geração.

A investigação teve início depois que um dos compradores prestou queixa na delegacia de Neves, em São Gonçalo. A Polícia Civil conseguiu quebra de sigilo bancário dos suspeitos na Justiça e constatou que as vítimas depositavam o dinheiro em contas bancárias de outros integrantes da quadrilha.  Os quatro vão responder por estelionato e organização criminosa.

 

Continua após a publicidade

Publicidade