Clique e assine com até 65% de desconto

PF faz ação de busca e apreensão na casa de Rodrigo Bethlem

Procedimento fez parte da operação Ponto Final, que investiga esquema de corrupção ligado às empresas de ônibus cariocas.

Por Redação Veja Rio Atualizado em 15 ago 2017, 18h06 - Publicado em 15 ago 2017, 16h01

A casa de Rodrigo Bethlem foi alvo de uma ação da Polícia Federal na manhã desta terça (15). O objetivo do procedimento era o cumprimento de mandados de busca e apreensão ligados à operação Ponto Final, que investiga um esquema de corrupção ligado às empresas de ônibus cariocas.

Os mandados foram expedidos pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal. De acordo com o Ministério Público Federal, mensagens encontradas em um celular de Bethlem o apontam como intermediário entre as transportadoras e o novo prefeito Marcelo Crivella no esforço pela manutenção do esquema de propinas.

Em nota, a prefeitura do Rio negou que haja qualquer acordo ilícito entre a atual gestão e as empresas de ônibus. Já Eduardo Paes afirmou que a operação de hoje não guarda qualquer relação com o período entre 2009 e 2014, durante o qual Bethlem foi seu secretário.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade