Clique e assine por apenas 4,90/mês

PF do Rio é a que mais desvia armas no país

O estudo concluiu que cerca de 20% dos armamentos desaparecidos eram responsabilidade da Superintedência fluminense

Por Redação VEJA RIO - 26 jul 2018, 17h04

Um levantamento da direção-geral da Polícia Federal revelou que Superintedência da Polícia Federal do Rio é responsável por cerca de 20% das armas que desapareceram dos estoques da instituição nos últimos 11 anos. Oitenta das 404 armas extraviadas em todo o Brasil neste período estavam sob controle da sede fluminense. Em média, sete armas por ano passaram das mãos de policiais para o crime. O estudo, assinado pelo delegado Fabrício Schommer Kerber, diretor de Administração e Logística (Dlog) da PF, durante este mesmo período, 483 projéteis de vários calibres desapareceram dos estoques da Polícia Federal do Rio. Entre este contingente, havia munição de de fuzis, submetralhadoras e pistolas.

Publicidade