Clique e assine por apenas 3,90/mês

Pesquisador da Fiocruz recebe prêmio internacional de saúde

À frente da Rede Global de Bancos de Leite Humano, João Aprígio de Almeida foi reconhecido pela iniciativa que busca a redução da mortalidade infantil

Por Carolina Barbosa - 12 fev 2020, 15h17

O pesquisador João Aprígio Guerra de Almeida, do Instituto Fernandes Figueira/ Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi contemplado com um dos prêmios mais importantes do mundo na área da saúde, o Dr. Lee Jong-Wook.

O reconhecimento pela World Health Organization (WHO) deu-se pelo trabalho como coordenador da Rede Global de Bancos de Leite Humano, iniciativa fundamental para a redução da mortalidade infantil.

“O Brasil tem um trabalho inovador e estamos empenhados em ampliar essa rede dentro e fora do país. É uma satisfação contribuir para a redução da mortalidade infantil”, afirmou o pesquisador ao portal do Ministério da Saúde.

O banco de leite humano, que oferece leite materno a recém-nascidos de baixo peso, tornou-se referência mundial pelo fato de reunir baixo custo de investimento e alta tecnologia inovadora. Mais de 20 países espelham-se na iniciativa da Fiocruz em parceria com o Ministério da Saúde. A Rede Global de Bancos de Leite Humano possui 225 bancos, 212 postos de coleta, além de coleta domiciliar em alguns estados.

Continua após a publicidade
Publicidade