Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Parque de Madureira ganha praia rasa e com cachoeiras

Em meio a um calor que já anuncia o tipo de verão que teremos, surge a Praia de Rocha Miranda que faz a alegria de crianças e adultos

Por Lula Branco Martins Atualizado em 5 dez 2016, 11h45 - Publicado em 16 out 2015, 19h04

Não é toda hora que vemos surgir uma praia na cidade. Por isso deve ser festejada a inauguração, na segunda (12), da expansão do Parque de Madureira, perfeita para o duro verão que se aproxima. Semelhante a um parque aquático, tem por nome oficial Praia de Rocha Miranda (bairro contíguo) e estende-se por cerca de 500 metros quadrados. Não dá para mergulhar — é rasa em demasia —, mas a criançada consegue se divertir e ainda conta com cachoeiras equivalentes a duchas gigantescas, adequadas também para os adultos. A abertura dessa prainha artificial deu-se justamente no Dia das Crianças (e também da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida). Era feriado, e o evento juntou tamanha multidão que o prefeito Eduardo Paes, presente à cerimônia e molhado da cabeça aos pés, entusiasmou-se, decretando: “Não tem mais essa de cidade partida.” Não é a primeira vez que se constrói uma praia na Zona Norte. Em 2001 surgiu o Piscinão de Ramos, próximo da Favela da Maré, com seus 26 000 metros quadrados de superfície e 30 milhões de litros de água (há três anos, passou a chamar-se Parque Ambiental Carlos Roberto de Oliveira Dicró, em homenagem ao sambista). São duas áreas de lazer — o já famoso piscinão e a prainha recém-chegada — que devem ser entendidas como oportunidades de descanso e diversão não apenas para habitantes daqui ou dali, mas para o Rio como um todo.

Publicidade