Clique e assine por apenas 4,90/mês

Operações militares não diminuem violência no Rio

Número de homicídios, roubos de cargas e de veículos nos últimos 30 dias cresceu em relação ao mesmo período de 2016

Por Redação Veja Rio - 30 ago 2017, 20h08
Operação conjunta da polícia com Forças Armadas em oito comunidades do Rio Vladimir Platonow/Agência Brasil

A quantidade de homicídios, roubos de cargas e de veículos no último mês cresceu em relação ao mesmo período do ano passado. É o que apontam dados fornecidos pela Secretaria de Segurança. A constatação aponta que a presença das Forças Armadas na cidade nos últimos 30 dias não está surtindo o efeito desejado.

Entre 28 de julho e 28 de agosto, 1.756 veículos foram roubados na capital – contra 1112 no mesmo período de 2016. Quando se considera o território estadual, o salto foi de 2568 ocorrências no ano passado para quase 4000 em 2017. Uma das principais preocupações das autoridades, o número de roubo de cargas pulou de 597 para 610 casos registrados.

O único indicador que apresentou melhora foi o de roubo a pedestres. Esse tipo de crime foi 4% menos frequente no Estado no último mês do que na mesma época do ano passado. Entretanto, a capital registrou alta de 4% na quantidade de casos do tipo em 2017 em relação ao mesmo período de 2016.

Publicidade