Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Oito milhões ainda não se vacinaram contra a febre amarela no Rio

Apesar de alguns postos cheios e pedido do Secretário de Saúde, número de não vacinados chega a oito milhões. Doença tem novos casos confirmados

Por Redação VEJA RIO 16 jan 2018, 17h30

Apesar da confirmação de mais três casos de febre amarela no início desta semana, entre elas duas mortes em Valença, no Sul Fluminense, a corrida da população para se vacinar precisa seguir mais alguns quilômetros para que o número de cidadãos imunes à doença chegue próximo ao ideal. Segundo a secretaria estadual de saúde, 60% da população do estado ainda não foi vacinada, o que corresponde a oito milhões de pessoas.

Além da confirmação dos últimos casos da doença, quatro macacos-prego achados mortos próximo à Floresta da Tijuca e com suspeita de contaminação devem aumentar a preocupação da população com a doença, para alívio do Secretário de Saúde Luiz Antônio Teixeira Júnior. “Estamos implorando para a população se vacinar”, diz ele. Em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, o posto de saúde Aníbal Viriato de Azevedo teve fila que começou a ser formada ainda durante a madrugada. 

Segundo o secretário, as vacinas estão sendo disponibilizadas em diversos postos de saúde desde fevereiro do ano passado. No entanto, após uma queda da divulgação da campanha, a procura diminuiu e a circulação viral aumentou.

A partir do dia 19 de fevereiro, será iniciada a campanha de vacinação fracionada, que não será antecipada devido aos novos casos de febre amarela. “Todos os municípios têm doses suficientes e nós atendemos a todas as solicitações de reposição. Eu visitei quase todos os municípios do estado pregando a vacinação. Não há motivo para iniciarmos o fracionamento nesse momento, enquanto temos doses para todo o estado”, declarou.

A vacina é contraindicada para gestantes, idosos, crianças menores de 9 meses e a pessoas com alergia a algum componente da vacina e a ovo e derivados. Pacientes em terapias imunossupressoras, portadores de doenças autoimunes, transplantados de medula óssea, com histórico de doença do timo e com problemas neurológicos de natureza desmielizante, como Síndrome de Guillain-Barré e ELA, também não devem tomar a vacina. Em caso de dúvidas, o paciente deve conversar com o seu médico para as devidas avaliações e orientações.

Confira abaixo os principais postos de saúde que oferecem a vacina:

  • CMS José Messias do Carmo
    Rua Waldemar Dutra, 55 – Santo Cristo
  • CMS Marcolino Candau
    Rua Laura de Araújo, 36 – Praça Onze
  • CMS Salles Neto
    Praça Condessa Paulo de Frontin, 52 – Rio Comprido
  • CMS Ernesto Zeferino Tibau Junior
    Avenida do Exército, 1 – São Cristóvão
  • CMS Ernani Agrícola
    Rua Constante Jardim, 8 – Santa Teresa
  • CMS Oswaldo Cruz
    Avenida Henrique Valadares, 151 – Centro
  • CEV Dr Álvaro Aguiar
    Rua Evaristo da Veiga, 16 – Centro
  • CMS Manoel Arthur Villaboim
    Praça Bom Jesus, 40 – Paquetá
  • CMS Manoel José Ferreira
    Rua Silveira Martins, 161 – Catete
  • CMS Dom Helder Câmara
    Rua Voluntários da Pátria, 136 – Botafogo
  • CMS João Barros Barreto
    Rua Tenreiro Aranha, s/n – Copacabana
  • CMS Píndaro de Carvalho Rodrigues
    Rua Padres Leonel Franca, s/n – Gávea
  • Clínica da Família Rinaldo Lamare
    Avenida Niemeyer, 776 – São Conrado
  • CMS Heitor Beltrão
    Rua Desembargador Izidro, 144 – Tijuca
  • CMS Maria Augusta Estrela
    Rua Visconde de Santa Isabel, 56 – Vila Isabel
  • CMS Américo Veloso
    Rua Gerson Ferreira, 100 – Ramos
  • Clínica da Família Felippe Cardoso
    Avenida Nossa Senhora da Penha, 42 – Penha
  • CMS Necker Pinto
    Estrada Rio Jequié, 482 – Zumbi
  • Policlínica Rodolfo Rocco
    Estrada Adhemar Bebiano, 339 – Del Castilho
  • CMS Ariadne Lopes de Menezes
    Rua Engenheiro Carlos Gonçalves Pena, s/n – Engenho da Rainha
  • CMS Milton Fontes Magarão
    Avenida Amaro Cavalcanti, 1387 – Engenho de Dentro
  • CMS Clementino Fraga
    Rua Caiçaras, 514 – Irajá
  • CMS Carmela Dutra
    Avenida dos Italianos, 480 – Rocha Miranda
  • CMS Augusto Amaral Peixoto
    Rua Jornalista Hermano Requião, 447 – Guadalupe
  • Clínica da Família Souza Marques
    Praça Patriarca, s/n – Madureira
  • CMS Jorge Saldanha Bandeira de Mello
    Avenida Geremário Dantas, 135 – Jacarepaguá
  • CMS Harvey Ribeiro de Souza Filho
    Av Guiomar Novaes, 133 – Recreio
  • CF José de Souza Herdy
    Avenida Ayrton Senna, 3383 – fundos – Barra da Tijuca
  • CMS Professor Masao Goto
    Av Carlos Pontes s/n – Jardim Sulacap
  • CMS Waldyr Franco 
    Praça Cecília Pedro, 60 – Bangu
  • CMS Belizário Penna
    Rua Franklin, 29 – Campo Grande
  • Policlínica Lincoln de Freitas Filho
    Rua Álvaro ALberto, 601 – Santa Cruz

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade