Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Odebrecht Óleo & Gás investe em compliance e canal de denúncias

Empresa vai investir R$ 3,6 milhões para implantar programa de integridade com objetivo de orientar, prevenir e interromper irregularidades

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 25 abr 2017, 19h53 - Publicado em 25 abr 2017, 17h31
Nir Lander: o novo CCO (Chief Compliane Officer) da Odebrecht Oléo & Gás Odebrecht Óleo & Gás/Divulgação

Menos de seis meses após a chegada da nova liderança da área de compliance da Odebrecht Óleo & Gás (OOG), o israelense Nir Lander, com mais de 15 anos de experiência em auditoria interna e combate à fraude corporativa, a empresa anuncia investimento de R$ 3,6 milhões, em 2017, para implantação de um programa de integridade. O objetivo é orientar, prevenir e interromper irregularidades, fraudes e corrupção, aumentando a credibilidade da firma.  O valor do investimento é o dobro do total aplicado em 2016. “Vale ressaltar que, em meio às investigações da Operação Lava Jato, não há qualquer inquérito ou denúncia contra a OOG e seus integrantes. Naturalmente, isso não nos exime de sermos cada vez mais vigilantes”, afirma Roberto Simões, presidente da Odebrecht Óleo e Gás.

O primeiro passo do CCO (Chief Compliane Officer) Nir Lander foi a implantação do Sistema de Conformidade com o intuito de alcançar o reconhecimento do mercado em um futuro próximo. Composto por oito profissionais, o setor de compliance da OOG, que reporta diretamente ao Conselho de Administração, acaba de inaugurar um canal exclusivo e confidencial de comunicação com seus colaboradores e com o público externo para recebimento de denúncias. “O canal é operado por uma empresa terceirizada, independente e especializada, garantindo o sigilo e a não retaliação ao denunciante. Após uma breve análise feita pelo parceiro externo, a denúncia é encaminhada diretamente para a área de Conformidade, que apura os fatos relatados”, explica o CCO. “Esta ação torna o processo 100% seguro, eficaz e sigiloso. Nenhuma denúncia ficará sem apuração ou sem retorno, já que o canal disponibiliza um número de protocolo para acompanhamento”, completa.

A ferramenta está disponível via internet tanto para o público interno quanto externo, 24 horas por dia, e em dois idiomas – português e inglês. De casa ou de qualquer lugar do mundo é possível fazer uma denúncia identificada ou anônima, por meio do site www.linhadeeticaoog.com.br ou pelo telefone 0800 377 8020 (ligações locais, nacionais e internacionais, 24 horas por dia).

  • Publicidade