Clique e assine por apenas 4,90/mês

Número de estupros de mulheres no Rio sobe após 4 anos em queda

As delegacias do Rio registraram 4173 casos de estupros de mulher em 2017

Por Redação VEJA RIO - 4 Maio 2018, 14h33

DEAM (Delegacia de Atendimento à Mulher)

As delegacias do Rio registraram 4173 casos de estupros de mulher em 2017. O dado consta no Dossiê Mulher 2018, divulgado nesta sexta (04) pelo Instituto de Segurança Pública.

Foi a primeira vez desde 2013 que o indicador subiu de um ano para o outro. Em 2016, 4013 casos foram contabilizados. “Mais de 60% dos casos acontecem dentro de casa e no círculo de amigos e vizinhos, parentes, pais, padrastos”, afirmou em entrevista a um telejornal matinal carioca a major Cláudia Moraes, organizadora do levantamento.

Apesar da alta no número de estupros, outros indicadores apresentaram queda. Os homicídios caíram de 396 para 313 casos e as tentativas de assassinato, de 599 para 496. Em números absolutos, uma das quedas mais expressivas foi em relação aos casos de lesão corporal. Foram 44693 em 2016 e 39641 em 2017. Ao todo, a Polícia Militar trabalhou cerca de 92 mil horas no ano passado para atender as vítimas desses e de outros crimes.

Publicidade