Clique e assine por apenas 4,90/mês

Novos ônibus do Rio terão ar-condicionado, internet e entrada USB

De acordo com a prefeitura, frota será totalmente reformulada até 2020

Por Redação VEJA RIO - 3 ago 2018, 16h10

Na manhã desta sexta (3), o prefeito Marcelo Crivella anunciou como será a aguardada nova frota de ônibus do Rio de Janeiro. De acordo com o gestor, soluções tecnológicas e de segurança farão parte dos veículos, que terão novas cores para ajudar usuários a identificar melhor as linhas e empresas.

Durante o anúncio, foi apresentado o modelo de ônibus que substituirá a frota atual até 2020, segundo a prefeitura. Os coletivos terão ar-condicionado, sinal de wi-fi e entradas Usb em cada assento.

O aplicativo Ônibus.Rio também será implementado. Ele servirá para consultar itinerários, avisar o tempo estimado para o ônibus chegar ao ponto e acompanhar o trajeto por GPS. Nele, o passageiro vai poder avaliar o ônibus, a viagem e o motorista da linha que utilizou. Entre outras funções, o aplicativo terá um botão de pânico que enviará um alerta ao Centro de Operações da prefeitura em casos de emergência.

Entre tantas promessas, uma referente ao cartão Rio Card chama bastante atenção. De acordo com a prefeitura, ele passará a ter dupla função: além de ser usado para pagar as passagens de ônibus, poderá ser utilizado como cartão de crédito pré-pago. Batizado de RioCard Duo, será um cartão internacional que pode ser recarregado e funciona como um banco digital, através de um aplicativo.

Publicidade