Continua após publicidade

Desinformação no Rock in Rio

Lanchonetes ignoram lei e negam nota fiscal no festival carioca

Por Ernesto Neves
Atualizado em 5 dez 2016, 16h00 - Publicado em 1 out 2011, 00h36

Um dos maiores motivos de reclamação no Rock in Rio, o atendimento nas praças de alimentação melhorou. Empresas como o Bob’s e o Habib’s disponibilizaram mais atendentes e equipamentos, e as filas quilométricas diminuíram desde a última quinta (29). O esforço deu resultados, mas nem todas as lanchonetes cumprem um direito básico do consumidor: o de fornecer nota fiscal.

Visitamos dez estabelecimentos. Nenhum disponibilizou a nota espontaneamente. Foi preciso pedir pelo papel e, mesmo assim, seis casas disseram não dispor do comprovante no Rock in Rio. No Informal, a atendente disse que era preciso seguir até outra unidade do bar, distante dali, para conseguir um. Já na loja da pizzaria Domino’s, um aviso informava que a casa estava isenta de entregar o papel.

O advogado carioca Paulo Rodrigues acha que falta informação aos consumidores. “Nenhuma das lojas em que estive disponibilizou o número do CNPJ em área visível. Isso é obrigatório e o público fica sem ter como reclamar”. A médica Cristiane Costa, que fez um pedido no Koni Store, também não recebeu o comprovante da compra. “A estrutura está boa. Mas não recebi nota fiscal em nenhum lugar”.

O comprovante fiscal é fundamental para a arrecadação de impostos. Sem ele, as empresas podem sonegar o que foi vendido. E o volume de vendas do Rock in Rio é monumental. Nos sete dias da festa, passarão pela Cidade do Rock 100 00 pessoas a cada dia. Somente na rede de massas Spoleto, foram 12 550 atendimentos nos primeiros quatro dias, 12% acima do que era esperado. No Bendita Fruta, que vende sorvetes feitos à base de iogurte, foram vendidas 8 000 unidades até quinta, quase 2 500 potes de iogurtes diariamente.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.