Clique e assine por apenas 4,90/mês

Neymar sobre a Olimpíada, em entrevista exclusiva a VEJA RIO: “Quero fazer história”

Jogador de futebol falou sobre o posto de capitão da seleção olímpica brasileira, revelou vontade de comprar uma casa no Rio e mais

Por Daniela Pessoa - Atualizado em 5 dez 2016, 11h10 - Publicado em 30 jul 2016, 01h00

Faltando poucos dias para disputar a Olimpíada em casa, bem que Neymar Jr. vem tentando controlar a ansiedade e driblar as cobranças, mas ele não conseguiu esconder, na semana passada, que os nervos estão à flor da pele. Quando perguntado sobre noitadas e seu comprometimento com a Seleção Brasileira de Futebol, o jogador respondeu em tom sério: “Por que não posso ir para a balada? Eu posso, eu vou, e não vejo problema nenhum, é minha vida particular. Dentro de campo eu sempre me entrego”. Há duas semanas, antes de se apresentar oficialmente à seleção, o atleta pediu ao Barcelona para cancelar a festa em comemoração da renovação de seu contrato com o clube por causa dos Jogos. “Quero fazer história”, confidenciou ele em um evento fechado para convidados. Com exclusividade, o jogador falou a VEJA RIO.

Sente-se preparado para o posto de capitão da seleção olímpica brasileira? Ser capitão não é uma obsessão para mim, quero é jogar futebol e conquistar a medalha.

Você é um cara espiritualizado. Vai se benzer para os Jogos? Peço, sim, a Deus, que nos abençoe e nos proteja.

Ensaiou alguma coreografia com a Anitta para a Olimpíada? Soube que ela pediu uma força na carreira dela… Não ensaiei coreografia nenhuma, mas treinei bastante nos últimos dias.

Pensa em comprar uma casa no Rio, de repente no condomínio onde você passou férias neste ano, na Barra? Amo o Rio, sempre que posso eu visito a cidade. Quem sabe no futuro compro um lugar para mim.

Com qual personalidade carioca você gostaria de tomar um chope e bater papo? Zico e Fernanda Montenegro, mas dispenso o chope.

Você é um dos jogadores mais bem pagos do mundo, famoso no Brasil e na Europa, e agora quer conquistar a América do Norte e a Ásia. Como está sendo esse processo? As coisas na minha vida acontecem de forma natural. Tenho certeza que meu pai tem um planejamento para a expansão da minha marca, mas minha prioridade é jogar futebol.

LEIA MAIS NA COLUNA BEIRA-MAR DESTA SEMANA:

+ Astronauta Buzz Aldrin, segundo homem a pisar na Lua, virá para a Rio 2016

+ Atriz Luma Costa está de volta às novelas e se lança como empresária

+ André Beck acerta últimos detalhes da casa da França na Olimpíada: reforço na segurança pós-atentados

+ Cantora e atriz Alessandra Maestrini diz receber visita de Marília Pêra do além

Publicidade