Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

MPF exige que cartaz “Fora, Temer” seja retirado do Colégio Pedro ll

O reitor da instituição, Oscar Halac, esteve no MPF e afirmou que as faixas foram colocadas pelo sindicato dos servidores, sem a sua autorização 

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 5 dez 2016, 11h01 - Publicado em 5 out 2016, 16h12

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou, através de uma medida extrajudicial, que cartazes com os dizeres “Fora, Temer” sejam retirados imediatamente de duas unidades do Colégio Pedro ll, no Rio. Segundo o procurador Fábio Moraes de Aragão, em documento, “a doutrinação política e ideológica de alunos atenta contra a integridade intelectual de criança e adolescentes”.

+ Colégio Pedro ll libera saia para meninos 

O reitor da instituição, Oscar Halac, esteve no MPF e afirmou que as faixas foram colocadas pelo sindicato dos servidores, sem a sua autorização, e já foram retiradas. Caso a medida não fosse cumprida, os diretores do Pedro ll teriam que responder por improbidade administrativa e crime de prevaricação. A medida foi noticiada nesta terça (4) pelo colunista Ancelmo Gois.  

 

Continua após a publicidade
Publicidade