Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Mortalidade por Covid-19 é três vezes maior entre os não vacinados no Rio

Em dezembro, o índice de internações entre a população não imunizada foi oito vezes maior que entre os imunizados com ao menos uma dose

Por Agência Brasil 7 jan 2022, 12h10

A taxa de mortalidade por Covid-19 no estado do Rio em dezembro foi três vezes maior entre pessoas não vacinadas, quando esse grupo é comparado ao das pessoas que tomaram ao menos uma dose das vacinas disponíveis. Os dados foram divulgados na última terça (4) pela Secretaria estadual de Saúde (SES), que reforça que a vacinação é fundamental para evitar os casos graves e internações e reduzir o risco de morte por Covid-19.

+ Covid-19: 98% dos testes positivos no Rio são da variante Ômicron

Entre os vacinados com ao menos uma dose, a taxa de mortalidade foi de 0,14 óbitos para cada 100 000 habitantes no mês de dezembro. Entre os não vacinados, a proporção sobe para 0,52 por 100 000.

Em dezembro, o estado registrou 32 óbitos por Covid-19, sendo 20 em pessoas que tomaram ao menos uma dose da vacina. Essas mortes ocorreram em um universo de mais de 12 milhões de habitantes que tomaram ao menos uma dose das vacinas no estado. Já entre os não vacinados, houve 12 mortes em um universo de cerca de 4 milhões de pessoas.

+Covid-19: com explosão de casos, mais sete centros de testagem são abertos no Rio

Apesar de a comparação feita no levantamento ser entre pessoas com ao menos uma dose e pessoas não vacinadas, a recomendação das autoridades de saúde para que a proteção contra a Covid-19 atinja seu potencial máximo é a aplicação do esquema vacinal completo, o que inclui duas doses mais uma dose de reforço no caso das vacinas Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac, e uma dose mais uma dose de reforço no caso da Janssen.

Continua após a publicidade

Internações

A Secretaria estadual de Saúde informa ainda que a taxa de incidência de internação na população não vacinada é oito vezes maior que entre os imunizados com ao menos uma dose.

Foram contabilizadas 4,3 internações a cada 100 000 pessoas não vacinadas, enquanto entre os imunizados o número cai para 0,56 por 100 000.

+Covid-19: calendário de vacinação de crianças de 5 a 11 anos começa dia 17

Apesar de a população vacinada ser quase três vezes maior que a não vacinada, o número de internações de não imunizados foi 21% maior que o de imunizados.

O mês de dezembro teve 179 internações por Covid-19 no Rio, sendo 98 de pessoas não imunizadas e 81 de pessoas vacinadas com ao menos uma dose das vacinas.

+Para receber VEJA RIO em casa, clique aqui

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês