Clique e assine por apenas 7,90/mês

Médico Clementino Fraga Filho morre aos 98 anos

O baiano foi o primeiro diretor-geral do Hospital Universitário do Fundão, vinculado à UFRJ

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 5 dez 2016, 11h20 - Publicado em 12 maio 2016, 14h14

O professor e ex-reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Clementino Fraga Filho, morreu nesta quarta (11), aos 98 anos. A informação foi divulgada pela UFRJ, por meio de nota à imprensa. O baiano foi o responsável pela implantação do hospital universitário do Fundão, que hoje leva seu nome.

+ Pezão estende licença médica até o fim de julho

O hospital foi inaugurado em 1978 e Fraga Filho manteve-se como seu diretor-geral até outubro de 1985. Aposentou-se no ano seguinte e tornou-se professor emérito da universidade. Em sua longa trajetória na UFRJ, além de reitor da instituição e diretor do hospital universitário, foi diretor do Instituto de Nutrição e da Faculdade de Medicina.

De 1980 a 1982, foi também presidente da Associação Brasileira de Educação Médica. E, entre 1985 e 1989, participou das comissões do Ministério da Educação e do Conselho Federal de Educação para avaliação e reformulação do ensino médico.

Publicidade