Clique e assine por apenas 4,90/mês

Luciano Huck é condenado a pagar multa por crime ambiental

Apresentador terá ainda que retirar as boias que impedem o acesso à sua mansão na Ilha das Palmeiras, em Angra dos Reis

Por Redação VEJA RIO - 18 out 2017, 15h24

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou, nesta terça (17), a execução de sentença que condenou o apresentador Luciano Huck a retirar as boias que impedem o acesso à sua mansão na Ilha das Palmeiras, em Angra dos Reis. Huck, que alegava que o cerco se destinava à maricultura, terá ainda de pagar uma indenização por danos morais coletivos, em decorrência da degradação ao meio ambiente, no valor de 40 000 reais. O MPF também pede cálculo da multa por descumprimento de liminar da Justiça Federal em 2010.

Publicidade