Clique e assine por apenas 4,90/mês

Lei aumenta rigor para homens que viajam nos vagões femininos do Metrô

Quem desobedecer poderá ser retirado por policiais e pagar multa de até R$ 1085

Por Redação Veja Rio - Atualizado em 5 dez 2016, 11h26 - Publicado em 10 mar 2016, 19h59

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro aprovou na quarta (9) o projeto de lei que prevê multa de até R$ 1.085 para os homens que desrespeitarem e viajarem nos vagões de trem e metrô exclusivos às mulheres. Os homens poderão ser retirados com ajuda de policiais e conduzidos a delegacia. O texto ainda prevê o aumento de um para dois o número de vagões especiais. A punição será passível a multa que pode variar de 57 a 361 UFIRs-RJ, que custam entre R$ 174 a R$ 1085. Os vagões femininos existe desde 2006 e são restritos nos dias úteis das 6h às 9h e das 17h às 20h. 

Publicidade