Clique e assine por apenas 4,90/mês

Justiça ordena que prefeitura climatize 100% da frota de ônibus até fim do ano

Tribunal do Rio de Janeiro manteve decisão para Eduardo Paes apresentar, em até 20 dias, cronograma mensal. Promessa foi feita em 2014

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 2 jan 2017, 11h15 - Publicado em 3 mar 2016, 21h21

Ao que tudo indica o carioca poderá, finalmente, andar de ônibus no conforto do ar condicionado. É que, dois meses depois de a tarifa de ônibus ter sofrido reajuste de 11,7% – em janeiro o valor da passagem subiu de R$ 3,40 para R$3,80 –, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro manteve a decisão que obriga a Prefeitura a apresentar, em até 20 dias, o cronograma mensal com metas para climatizar 100% da frota de ônibus até dezembro de 2016. Caso a prefeitura não cumpra o praza, uma multa de R$ 5 milhões em caso será aplicada.

+ Obras do VLT causam interdições no Centro

Ônibus que percorre o circuito cultural

Ônibus que percorre o circuito cultural

Em dezembro de 2015, o prefeito Eduardo Paes conseguiu, através de decreto, aumentar em R$ 0,40 o preço da passagem e reduzir em até 70% o número de ônibus nas ruas da cidade. Em 2014, o prefeito assumiu o compromisso de climatizar todos os ônibus até o fim de 2016.

Publicidade