Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Justiça determina que Bilhete Único Intermunicipal continue sendo aceito

A determinação estabelece ainda multa de 500 000 por dia de descumprimento da decisão judicial por parte das concessionárias

Por Redação VEJA RIO 5 dez 2016, 14h50

A Justiça determinou, neste domingo (4), que a Fetranspor, RioCard, Metro Rio, SuperVia e Barcas S/A continuem aceitando o Bilhete Único Intermunicipal dos usuários de transporte. A liminar teve como base a ação cautelar movida pela Procuradoria Geral do Estado e estabelece multa de 500 000 por dia de descumprimento da decisão judicial por parte das concessionárias.

+ Cabral e Adriana Ancelmo mantiveram passaportes diplomáticos após renúncia

Na ação da PGE, os Procuradores do Estado alegam que a suspensão do uso do Bilhete Único “além do relevante e praticamente irrecuperável prejuízo financeiro dos cidadãos, acarretaria graves danos à ordem pública”.

+ Corpo de criança decapitada em Cabo Frio continua desaparecido

Continua após a publicidade
Publicidade