Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Justiça afasta acusados de agredir adolescentes no Degase

Eles foram agredidos com socos, chutes, pancadas na cabeça e jatos de gás de extintor de incêndio no rosto

Por Agência Brasil 7 fev 2017, 17h12

Dois diretores e cinco agentes socioeducativos da Escola João Luis Alves, do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, foram afastados de suas funções por decisão da Justiça estadual, após serem acusados de agredir e ameaçar quatro adolescentes internos.

O pedido foi feito pela Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva da Infância e da Juventude Infracional da Capital. A decisão foi divulgada segunda (6) pelo Ministério Público.

Os diretores afastados são Leonardo Guimarães da Rocha Souza e Hebert Patrick Faria Gomes. Já os agentes socioeducativos são Daniel Jesus de Souza Leal, Alessandro Fernandes Teixeira, Marcelo Nunes Martins Tavares, Gudemberg Gomes da Silva e Eduardo Luiz Vieira Neves.

Depoimentos

De acordo com o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, os adolescentes foram agredidos entre os dias 4 e 5 de janeiro de 2017, com socos, chutes, pancadas na cabeça e jatos de gás de extintor de incêndio no rosto.

No depoimento, os adolescentes também relataram que os agentes socioeducativos denunciados andam armados e fazem disparos sem motivos dentro da unidade.

Segundo o Ministério Público, os adolescentes agredidos não foram encaminhados à delegacia nem ao Instituto Médico Legal (IML) no dia das agressões para que não fossem produzidas provas contra os agentes da instituição. “Tendo as lesões sido produzidas por agentes socioeducativos, não houve nenhuma pressa no encaminhamento das vítimas à constatação das lesões, que evidentemente se desejam ocultar, isso porque, o registro da ocorrência só foi realizado dias depois quando não era mais possível verificar nitidamente as lesões.”

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Saiba tudo o que acontece na Cidade Maravilhosa. Assine a Veja Rio e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da Veja Rio! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da Veja Rio, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

Receba mensalmente a Veja Rio impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet

a partir de R$ 12,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas do Rio.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)