Clique e assine por apenas 4,90/mês

Jovem é morto por PM após ser abordado e deixar mochila cair

Luis Guilherme, de 18 anos, era produtor de eventos e voltava do trabalho na madrugada desta quarta (3)

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 4 jan 2018, 20h23 - Publicado em 4 jan 2018, 20h20

Um Policial Militar do 20º BPM (Mesquita) foi acusado de ser o autor do disparo que matou o jovem Luis Guilherme dos Santos, de 18 anos, na madrugada desta quarta-feita (3), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Segundo parentes, Luis Guilherme trabalhava com produção de eventos e tinha acabado de desmontar um palco no Shopping Nova Iguaçu. Ele estava com dois colegas no caminhão que levava os equipamentos quando foi abordado pelos policiais. Ao sair do veículo, teria deixado a mochila cair e um dos agentes acabou efetuando o disparo. A bala perfurou as costas do rapaz.

A Polícia Militar informou que o PM apontado foi afastado das ruas e que a corporação colabora com as investigações da Polícia Civil sobre o ocorrido.

Luis Guilherme foi levado para o Hospital Geral de Nova Iguaçu (HGNI), mas não resistiu aos ferimentos.

Publicidade