Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Jantar do Imperador relembra tempos de Dom Pedro II em Petrópolis

Atração marca início das visitações noturnas no Museu Imperial

Por Redação VEJA RIO Atualizado em 17 Maio 2018, 13h36 - Publicado em 16 Maio 2018, 13h52

Museu Imperial

O Brasil é uma república de muitos reis, como demonstram Pelé, Roberto Carlos, Xuxa e outros ídolos populares. Na próxima sexta (18), às 20h, um evento em Petrópolis recorda uns dos mais legítimos e menos lembrados monarcas brasileiros. Marcado para acontecer no Museu Imperial, o Jantar do Imperador homenageará a Princesa Isabel e Dom Pedro II, último rei (de fato) do país.

A inédita noite de nostalgia para 20 pessoas terá cardápio à moda do século XIX. Inspirado nos costumes de 1884, um dos menus oferecerá salada portuguesa, filé de posta de dourado ao molho de vinho do porto com panachê de legumes e sorvete de pitanga aos súditos. Curiosidade: a frutinha vermelha da sobremesa era a preferida do velho rei barbudão. Baseada nos jantares que a princesa oferecia aos abolicionistas, outra carta oferecerá Canja do Imperador, medalhões de filé de vitelo grelhados à José Bonifácio com batatas rústicas e pudim diplomata aos comensais. Vestidos à caráter, os atores Fábio Branco e Andrea Dutra interpretarão Dom Pedro II e sua filha. A atração marca o início das visitas noturnas no museu.

Quem se interessou e quiser dar seus vivas à coroa precisará pagar caro. O banquete sai a R$ 120 por pessoa, com bebidas à parte e café incluído. As reservas podem ser feitas por telefone, por meio do número (24) 2243-2952, ou e-mail, no endereço duettoscontato@gmail.com. Só não vale se apaixonar pelas delícias da monarquia a ponto de querer renegar as dores da nossa combalida república. O jantar é só um bate-e-volta no passado.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade