Clique e assine por apenas 3,90/mês

Jantar do Imperador relembra tempos de Dom Pedro II em Petrópolis

Atração marca início das visitações noturnas no Museu Imperial

Por Redação VEJA RIO - Atualizado em 17 Maio 2018, 13h36 - Publicado em 16 Maio 2018, 13h52

Museu Imperial

O Brasil é uma república de muitos reis, como demonstram Pelé, Roberto Carlos, Xuxa e outros ídolos populares. Na próxima sexta (18), às 20h, um evento em Petrópolis recorda uns dos mais legítimos e menos lembrados monarcas brasileiros. Marcado para acontecer no Museu Imperial, o Jantar do Imperador homenageará a Princesa Isabel e Dom Pedro II, último rei (de fato) do país.

A inédita noite de nostalgia para 20 pessoas terá cardápio à moda do século XIX. Inspirado nos costumes de 1884, um dos menus oferecerá salada portuguesa, filé de posta de dourado ao molho de vinho do porto com panachê de legumes e sorvete de pitanga aos súditos. Curiosidade: a frutinha vermelha da sobremesa era a preferida do velho rei barbudão. Baseada nos jantares que a princesa oferecia aos abolicionistas, outra carta oferecerá Canja do Imperador, medalhões de filé de vitelo grelhados à José Bonifácio com batatas rústicas e pudim diplomata aos comensais. Vestidos à caráter, os atores Fábio Branco e Andrea Dutra interpretarão Dom Pedro II e sua filha. A atração marca o início das visitas noturnas no museu.

Quem se interessou e quiser dar seus vivas à coroa precisará pagar caro. O banquete sai a R$ 120 por pessoa, com bebidas à parte e café incluído. As reservas podem ser feitas por telefone, por meio do número (24) 2243-2952, ou e-mail, no endereço duettoscontato@gmail.com. Só não vale se apaixonar pelas delícias da monarquia a ponto de querer renegar as dores da nossa combalida república. O jantar é só um bate-e-volta no passado.

Continua após a publicidade
Publicidade