Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Intervenção tem apoio de 7 em cada 10 cariocas, aponta Datafolha

Apesar do apoio, 70% dos entrevistados ainda não perceberam melhora na segurança

Por Redação Veja Rio Atualizado em 26 mar 2018, 13h40 - Publicado em 26 mar 2018, 13h37
Rio de Janeiro (RJ), 20/02/2017 – Exército na favela Kelson’s na Penha. Foto: Domingos Peixoto / Agência O Globo Domingos Peixoto/Agência O Globo

A intervenção federal na área de segurança pública fluminense é apoiada por 76% dos cariocas. O dado é de um levantamento realizado pelo Datafolha em parceria com o Fórum de Segurança Pública divulgado no último domingo (25).

Entre os dias 20 e 22 de março, 1.012 moradores da cidade do Rio foram entrevistados para a pesquisa, que tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais e para menos. De acordo com o estudo, apenas 20% dos cariocas são contra a intervenção. Entretanto, o mesmo levantamento indicou que apenas 21% dos entrevistados viram alguma melhora no quadro da segurança após o início da iniciativa. Para 71% dos cariocas, a adoção da medida não reduziu a violência.

Mais da metade dos participantes do levantamento esperam que a administração da segurança pública do Rio por forças federais resulte em melhora da situação após dezembro, quando a intervenção termina. Até o momento, a ação liderada pelo general do Exército Walter Braga Neto tem, entre seus principais feitos, a troca dos comandos das polícias civil e militar e da Secretaria Estadual de Segurança Pública. Entretanto, a medida implantada no último dia 16 de fevereiro não foi capaz de evitar os assassinatos da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes no Estácio, no último dia 14.

Até o momento, o ataque que resultou nos dois crimes segue sem autoria ou motivação identificadas.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade